terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Meu Grande amor por ti.

Continuando.....


O amor mais uma vez se modificou e solidificou.

Como ele sempre diz, não há como amar mais ou menos, e sim amar sempre.

Mais um dia, mais um mês, em mais uma dificuldade.

Eu já digo, há sim como amar mais, ou amar com outros departamentos do coração.

Foi numa perda muito dolorosa que senti meu amor por ti.

Quando um querido entre se foi, numa circunstancia da qual não imaginávamos, tendo ido na mais tenra idade, meu querido sofreu copiosamente nesse dia, e nos dias que se sucederam.

Como meu amor é grande por ti, como meu peito doeu aquele dia, doeu pela perda, e pela impotência de não conseguir tirar o Meu Bem daquele sentimento tão triste.

Como queria tirar sua dor, nesse momento entendi quando alguém diz:

_Queria que fosse comigo e não com ele.

Passei a noite rezando, pedindo que nosso querido fosse embora em paz e confortado.

Mas ver o Meu Querido em um canto com os olhos perdidos em seu passado, em suas vivencias, me fez passar a rezar para que tudo aquilo passasse logo.

Que a manhã chegasse, que pudéssemos ir embora.

Acredito que é necessário que contemos com os nossos anjos de guarda.

Passei a pedir para que alguma coisa acontecesse, que alguém chegasse, que Meu Amor de alguma forma conseguisse extravasar seu sentimento.

E foi nesse momento que um grande amigo apareceu. E foi nos braços dele que Meu Amor sofreu, chorou, recuperou-se.

Senti nesse momento o quanto é grande o meu amor por ti.

Tão grande é, que desejo que a dor jamais lhe atinja.

Tão grande é, que exijo muito, para que a vitória seja certa.

Tão grande que não o deixarei ir jamais.

Um comentário:

welze disse...

tão lindo e consistente, como o amor de vocês. de um pelo outro. amo isso.