segunda-feira, 30 de novembro de 2009

E o tempo

O tempo está passando rápido demais.


E com toda certeza do universo está acontecendo com uma velocidade estarrecedora. Nem parece que os dias têm 24 horas, que cada hora tem 60 minutos.

Acredito que enquanto nos concentramos em alguma coisa, alguém muito travesso dá uma adiantadinha no relógio de nossas vidas.

Cada dia nos sobra menos tempo para fazer as coisas que necessariamente precisamos fazer, e também nos sobra muito menos ainda para que façamos o que efetivamente gostamos de fazer.

Resta-nos nos concentrar em aproveitar da melhor forma possível cada minutinho desses dias maravilhosos que nascem à nossa janela.

Houve um tempo em que os dias passavam tranqüilos e sossegados, esses eu nunca vivi, só ouvi alguém falar.

Tenho a impressão de que o tempo se tornou um moleque brincalhão, que passa os seus dias fazendo travessuras e trapaças juvenis.

Convido a todos para que dediquemos nosso pouco e valioso tempo aos prazeres da vida, aos prazeres do amor, da família e dos amigos, e porque não incluir nosso trabalho como prazer também.

Convido a todos para aproveitar esses últimos dias do ano de 2009 para aparar as arestas, resolver os bons e os maus entendidos, e tentar fechar o ano com o menos pendência possível.

Vamos começar um novo ano mais leves e quem sabe, conseguindo esticar um pouquinho do tempo, já que ele anda escasso, vamos tentar torná-lo cada vez mais feliz.



"Tornei-me uma pessoa feliz, quando deixei que conceituar minha vida por setor, passei a amá-la como um todo, logo, deixei de estar feliz e passei a ser feliz."

Um comentário:

Café com Bolo disse...

Vc escreve muito bem! Tem uma clareza no texto impressionantes... Adorei vir aqui e constatar que uma pessoa tão jovem tem tanto em comum comigo.
Pensamos muito igual! Não é a toa que eu e sua mãe nos gostamos tanto...e ela deve ter um imenso orgulho de vc!
Beijos, linda!